Categorias
Uncategorized

5 Melhores Ferramentas de Seo no mercado

Quer deixar o seu conteúdo bem posicionado nas buscas? Então, você precisará trabalhar muito bem o SEO, para te ajudar montamos uma lista com as 5 melhores ferramentas de Seo do mercado. Neste artigo, você conseguirá encontrar caminhos para melhorar o posicionamento do seu conteúdo.

Além disso, com as ferramentas desse artigo, você conseguirá conhecer melhor os seus concorrentes e com essas informações terá uma base para montar estratégias de marketing mais eficientes.

Esse contéudo também está disponível no nosso canal do Youtube, “5  Melhores Ferramentas de Seo do Mercado”, ou você pode assistir apertando o play abaixo. 

1- Google Search Console

O Google Search Console é uma ferramenta gratuita que te ajuda a entender e melhorar o modo como o Google vê seu site. Além disso, está te ajuda a entender as atualizações do algoritmo do Google e se está pior ou melhor durante aquele momento.

É uma ferramenta que não te dá muita informação sobre análise de mercado, mas te dá muitas informações sobre o seu próprio site. Com ela, consegue saber qual é a quantidade de páginas do site está sendo exibida no Google, quais são as principais palavras-chave, a posição média e também mostra erros do site, basicamente voltados para sitemap e robots.

2- Semrush

A Semrush vai muito além do Seo. Ela pode te ajudar com o monitoramento dos seus concorrentes, palavras-chave para as suas campanhas de tráfego pago e outras coisas que estão ligadas à atuação do negócio no digital. Portanto, essa ferramenta possibilita ter uma visão que vai além do seu ambiente, pois oferece informações dos seus concorrentes.

Além disso, a ferramenta possibilita receber por email notificações e sugestões de mudança de comportamento de algumas das suas palavras-chave ou das suas páginas do site. Também, te permite listar seus concorrentes e compreender como eles estão se posicionando em relação às palavras-chave.

3- Ahrefs

É uma ferramenta que vai te ajudar a entender, principalmente, a parte de palavras-chave. Ela te mostra quais são as melhores palavras-chave para o seu negócio e a competitividade de cada uma delas. Além disso, a Ahrefs traz informações sobre as páginas do seu site, sobre o desempenho do site no mobile e mudanças do algoritmo.

Uma vantagem dessa ferramenta perante as outras é que ela já tem uma versão disponível no Português de Portugal, o que facilita o entendimento das funcionalidades existentes dentro dela.

4- Ubersuggest

O Ubersuggest é uma ferramenta que tem como principal função a análise de palavras-chave. Dentro dele, vai conseguir jogar as palavras-chave que são interessantes para você e a ferramenta te entregará quais são os 5 sites que estão melhor posicionados para a palavra-chave requisitada.

Além disso, o ubersuggest vai mostrar a média de pesquisa mensal da palavra-chave e isso vai te ajudar a ter um norte para traçar a sua estratégia de marketing, focando no que vai fazer mais sentido no momento da empresa, sem ter um gasto desnecessário de energia e dinheiro.

5- Moz

Moz é uma plataforma que tem em sua composição ferramentas de pesquisa básicas e avançadas para te ajudar a fazer o melhor trabalho de Seo possível no seu site. Ela te possibilita entender sobre as palavras-chave, concorrência, posição e algoritmos do Google.

Além disso, a ferramenta mostra quais são os sites que apontam para você e quais apontam para os seus concorrentes. Isso vai te ajudar a montar sua estratégia de backlink para que o seu site ganhe mais relevância e se torne uma referência no mercado.

Não se esqueça de se inscrever no nosso canal “Ecommerce Pro”.

Qual dessas ferramentas é nova para você? Coloca nos comentários!

Categorias
Uncategorized

Como o Google Analytics ajuda no ecommerce

Você já ouviu falar do Google Analytics? Sabe como ele funciona e sua importância para o ecommerce? Neste artigo, vamos nos aprofundar nessa ferramenta tão relevante para os profissionais de marketing e ao final você saberá responder essas perguntas iniciais.

Esse conteúdo também está disponível no nosso canal do Youtube “Como o Google Analytics ajuda o ecommerce?”, você pode assistir apertando o play abaixo. 

Google Analytics e Business Intelligence

O Google Analytics não é uma ferramenta de B.I (Business Intelligence), pois essa ferramenta está ligada somente a medição de sites/apps. Ou seja, é uma ferramenta que capta dados das pessoas quando estão dentro do seu domínio. Portanto, tudo que acontece fora do seu site/app é necessário ter uma outra ferramenta para coletar os dados.

Para ser uma ferramenta de B.I é necessário permitir a coleta de dados de diversas fontes, o que não é o caso do Google Analytics, que só possibilita ao profissional tirar insights com os dados dos usuários, enquanto estão no site, onde tem domínio. Assim, a maior diferença entre o Google Analytics e uma ferramenta de Business Intelligence é a extensão e a diversidade das fontes de onde os dados são captados.

Tipos de dados do Google Analytics

O Google Analytics ajuda a responder 4 tipos de perguntas, quem são os usuários do site/app, como chegaram até o site, o que fizeram e quanto converteram. Essa é a divisão dos relatórios do GA, temos o de público-alvo (quem), aquisição (como), comportamento (o que) e conversão (quanto).

O que faz o GA?

Ele ajuda a entender o comportamento e as conversões do consumidor dentro do seu site. Com essa ferramenta, conseguimos saber qual o produto mais comprado e qual é a quantidade de pessoas que acessaram o site e de fato fizeram pedido. 

Além disso, conseguimos saber a quantidade de produtos que as pessoas compram por pedido e qual página a pessoa foi embora antes de converter.

Todos esses dados são fundamentais para entender melhor a operação do ecommerce e saber onde é preciso investir mais ou menos. Portanto, o Google Analytics ajuda ao ecommerce ter uma gestão mais otimizada e eficiente, pois traz dados que serviram como base para tomada de decisões mais assertivas.

Como usar o GA de forma eficiente

Primeiramente, antes de abrir a ferramenta, é fundamental que você crie as perguntas, ou seja, sabe exatamente o que deseja saber. Depois com os seus questionamentos em mãos, você deve abrir a ferramenta e se direcionar ao relatório que vai te ajudar a ter a resposta. Por fim, você deve pegar o dado da ferramenta e transformá-lo em ações, pois só assim o negócio conseguirá evoluir.

Rotina no Google Analytics

Quando devo analisar meu GA? Depende! Se a empresa, onde você trabalha, é embrionária ainda, você pode fazer análises semanais, para conseguir reunir uma boa quantidade de dados.Agora, se a empresa for de pequeno porte com um fluxo de dados pequeno, pode abrir a ferramenta e analisar os dados uma vez por dia.

Mas caso seja um negócio com alto volume de dados, que tem mudanças o tempo todo, o ideal é que analise várias vezes ao dia e para te ajudar com isso deverá criar uma automatização. Isso vai te ajudar a ter as informações já organizadas e otimizar a sua rotina. Portanto, saber com qual frequência o GA vai aparecer na sua rotina, vai depender muito do estágio que a empresa se encontra.

O GA pode te ajudar a entender…

  • Comportamento do seu consumidor.
  • Performance das suas mídias.
  • Vendas do seu site.
  • Os momentos que o usuário vai embora antes de converter.
  • Como funciona o comportamento do consumidor dentro do seu site.

Não se esqueça de se inscrever no nosso canal “Ecommerce Pro”.

Tem alguma dúvida sobre esse tema ? Coloca nos comentários!

Categorias
Uncategorized

5 Ferramentas para aumentar sua produtividade

Como é a sua rotina de trabalho? Bem planejada ou cheia de imprevistos? Quando acaba o dia de trabalho, você sente que foi bastante produtivo(a) ou deixou a desejar? Neste artigo, vamos trazer ferramentas que vão te ajudar a aumentar a sua produtividade.

Esse conteúdo também está disponível no nosso canal do Youtube, “5 Ferramentas para aumentar a sua produtividade”, você pode assistir apertando o play abaixo. 

Mas antes das ferramentas, temos uma dica de ouro para que você consiga manter a sua rotina de trabalho com o quesito produtividade lá em cima. Essa dica é a regra 90/20.

Regra 90/20

Essa regra consiste em 90 minutos 100% focado(a) em uma tarefa e depois desse tempo fazer alguma outra atividade mais tranquila por 20 minutos.

Por exemplo, no caso de uma pessoa que trabalha com produção de conteúdo, 90 minutos focando em escrever um artigo e 20 minutos respondendo comentários nas redes sociais. Assim, a regra 90/20 vai ajudar a você ter uma rotina não só mais produtiva, como também mais equilibrada, pois combina tarefas mais pesadas com outras mais leves.

Uma ferramenta que pode te ajudar a aplicar essa regra 90/20 na sua rotina é o não perturbe.

1- Não Perturbe

É uma função do celular que permite bloquear as notificações dos aplicativos para não te distrair na hora que estiver realizando suas tarefas. O ideal é que você desative todos os tipos de notificações e ative o não perturbe várias vezes ao dia. Assim, você conseguirá melhorar a sua atenção no que realmente importa e fazer suas tarefas com mais eficiência.

2- Google Agenda

Todo profissional de sucesso tem os seus dias muito bem planejados para conseguir dar conta de todas as tarefas sem esquecer de nada. Você pode sim usar uma agenda ou planner de papel, mas a versão digital desses recursos vai te ajudar a ser constantemente lembrada(o), enquanto você realiza outras demandas.

E dentro desse conceito de agenda virtual, nós temos a Google Agenda, que é um aplicativo disponível para Android e Iphone, onde você pode colocar todos os seus eventos/tarefas e por as datas neles. Portanto, usar a Google Agenda vai te ajudar a ser bem mais planejado e vai te ajudar a ter sua cabeça mais livres de datas, mais aberta a inovações.

Além disso, essa ferramenta é integrada com outros aplicativos Google, o que possibilita que a sua reunião criada no Google Meet fique salva no Google Agenda e te envie lembretes do compromisso para não esquecer.

3- Trello, Asana e Monday

O Trello, a Asana e o Monday são ferramentas que podem te ajudar com o gerenciamento das suas tarefas e a do seu time da empresa, onde você trabalha. Nessas ferramentas, é possível separar as demandas entre os colaboradores do time, conferir os prazos e ainda ver se está sendo feita ou não uma tarefa específica.

Assim, ao usar essas ferramentas, não precisamos ficar fazendo microgerenciamentos, ou seja, ficar cobrando as pessoas a respeito da demanda x, y,z, pois conseguiremos acompanhar a evolução só olhando para os quadros do sistema.

Além disso, essas ferramentas te ajudam a metrificar as tarefas do seu dia a dia, ou seja, mostra quanto tempo você ou seu time levam para executar cada uma das demandas. Isso vai te ajudar a entender melhor o fluxo das tarefas para conseguir criar formas de otimizar cada vez mais os processos.

4- Todoist

É um aplicativo que possui uma versão gratuita, onde você pode criar listas de tarefas, colocar colaboradores e subir arquivos em nuvem. Para usar essa ferramenta, você precisa ser uma pessoa organizada e subir todas as suas tarefas semanais nele.

Depois disso, o sistema inicia o processo de priorização das demandas, criando o planejamento diário para a  sua rotina. Assim, o todoist é uma ferramenta que te ajuda a organizar o seu dia a dia e com isso ficará mais produtivo(a).

A grande diferença entre ele e o Google Agenda, além de não ter integração com os aplicativos Google, é que o Todoist tem um esquema de gamificação que estimula a você realizar suas tarefas para conseguir uma premiação. Além disso, ele te envia um email diário com todas as tarefas que precisam ser feitas.

5- Slack e Discord

São ferramentas de comunicação interna, elas vão te ajudar a trocar informações com os outros colaboradores do seu time. Essa troca é fundamental para que o trabalho flua de maneira mais integrada e enriquecedora.

Tanto o Slack, quanto o Discord são ferramentas muito boas, mas evite usar mais de uma em um único projeto. É essencial centralizar toda a comunicação em uma única ferramenta, para não precisar perder seu tempo tendo que checar diferentes meios de comunicação. Portanto, a comunicação precisa ser centralizada e deve ter uma ferramenta focada no meio empresarial.

Dica: Evite o uso do WhatsApp como ferramenta de comunicação para o ambiente de trabalho. Porque ele é muito pessoal e pode acabar fazendo você misturar seus momentos de lazer com o seu trabalho. Para que isso não aconteça, você deve usar o WhatsApp no máximo em horário comercial para não acostumar mal as outras pessoas.

Não se esqueça de se inscrever no nosso canal “Ecommerce Pro”.

Qual dessas ferramentas é nova para você? Coloca nos comentários!

Categorias
Uncategorized

Google Tag Manager deixa seu site mais lento?

Você já ouviu falar do Google Tag Manager? E que ele deixa o site mais lento? Neste artigo, você vai aprender sobre como funciona o Google Tag Manager e verá se é verdade ou mito que ele deixa o site mais lento.

Esse conteúdo também está disponível no nosso canal do Youtube na série Digital Mythbusters, ” Google Tag Manager deixa seu site mais lento. Será?”, você pode assistir apertando o play abaixo. 

O que é o Google Tag Manager?

É uma ferramenta gratuita que permite instalar de forma simples e rápida códigos de acompanhamento (tags) no site. Com a instalação dessa ferramenta, o profissional de marketing consegue instalar as tags das suas ações (Pixel Facebook Ads e Google Ads) sem precisar depender do time de TI.

Isso melhora a produtividade de quem trabalha com marketing e diminui os custos com os profissionais da tecnologia da informação. Assim, o GTM veio como uma solução para tornar a vida do profissional de marketing mais independente.

O Google Tag Manager deixa o site mais lento?

MITO!

Um estudo do Google com a Rail Europe que mostra que o disparo das tags por meio dessa ferramenta pode diminuir em até 20% o carregamento do site.

Ou seja, se um site com tags demora 5 segundos para carregar sem o GTM com a instalação dessa ferramenta pode demorar 4 segundos. Portanto, esse estudo mostra que o Google Tag Manager ao invés de deixar mais lento, pode otimizar o tempo de carregamento do site e deixá-lo mais rápido.

A culpa não é do GTM

Muitas vezes, as pessoas inflam o Google Tag Manager com tags que não são indicadas para colocar nessa ferramenta. E isso faz com que o site demore mais tempo para carregar, ou seja, o problema não é o GTM, mas sim o que instalamos dentro dele.

Para que ele funcione de maneira correta, você precisa colocar nele apenas códigos de ações de marketing, de análise de sites ( como o Google Analytics) e de monitoramento do comportamento do usuário (como o Hotjar). Assim, antes de instalar qualquer tag no GTM, você precisará se perguntar se elas se enquadram nesses três casos: é de marketing? Serve para analisar o site? Vai me ajudar a monitorar o comportamento do usuário? Caso não consiga nenhum sim, desista de usar.

Caso esteja usando a ferramenta sem ser para instalar esses três tipos de tags, você está fazendo gambiarra e está prejudicando o funcionamento do site. Assim, é preciso tomar muito cuidado na hora de instalar tags no GTM, pois não todos os tipos de códigos que devem estar lá. Quando não se enquadrar nos casos citados no parágrafo anterior, precisará sim da ajuda de um profissional de TI para não estragar o desempenho do site.

Não se esqueça de se inscrever no nosso canal “Ecommerce Pro”.

Você já ouviu falar dessa ferramenta? 

Já teve alguma experiência com ele?

Tem alguma dúvida sobre esse tema ? Coloca nos comentários!

Categorias
Uncategorized

Ferramentas para espionar a concorrência

Se você trabalha ou deseja ingressar com marketing, com certeza, deve amar conhecer ferramentas que facilitem a rotina. Já falamos aqui no nosso blog sobre 8 ferramentas Google que ajudam no dia a dia. Hoje, vamos trazer ferramentas de marketing que vão além do ambiente interno, pois elas mostram dados sobre os seus concorrentes.

Dentro de um negócio, uma ferramenta muito importante para o planejamento estratégico é a Matriz SWOT ou FOFA. Ela auxilia as pessoas ou empresas a identificarem forças e fraquezas internas, além de ajudar a enxergar oportunidades e ameaças do ambiente externo. Para ajudar nessa análise externa, temos essas três ferramentas que vão te ajudar a monitorar a concorrência para te ajudar a sair na frente. Assim, se você quer fazer um bom planejamento e montar melhor estratégia, precisa conferir a nossa lista de ferramentas!

1- Precifica

Quando conecta o seu estoque a ferramenta Precifica, você consegue ter acesso a comparações dos seus produtos com similares dos concorrentes. Ela também permite que você consiga listar seus concorrentes na ferramenta e depois disso ela enviará alertas sobre o preço do seu produto com o mercado. Ou seja, vai falar se está mais caro ou mais barato, por meio de um alerta.  Além disso, a Precifica também manda informações sobre a questão de controle seu e do concorrente. Assim, essa ferramenta te dá dados que te ajudam a tomar decisões e construir estratégias mais assertivas.

No nosso vídeo do Youtube, “ 3 Ferramentas para espionar a concorrência“, você pode assistir apertando o play abaixo. 

2- Similarweb

É uma ferramenta de análise de sites, que ajuda a conhecer o mercado e monitorar concorrentes. Com a Similarweb, você consegue comparar o seu site com os de outros players do mercado. Ela vai possibilitar ver dados como: quantidade de acessos, origem do tráfego, qual canal está rendendo mais acessos, entre outros.  Ou seja, a Similarweb funciona como o Google Analytics para fora do seu site, pois como sabemos o GA só dá dados do nosso próprio site. Assim, ao usar a Similarweb, você consegue extrair dados que podem te dar uma base para fazer as modificações necessárias para o seu site melhorar o desempenho frente à concorrência.

Quer um desconto para usar a versão premium? 

https://www.instagram.com/estevesgea/

3-  Semrush

Essa ferramenta faz análises de palavras-chave, domínio e concorrentes, auxiliando uma estratégia de SEO e de SEM. O Semrush te ajuda a otimizar o conteúdo do seu site para ficar bem ranqueado nos mecanismos de busca. Assim sendo, essa ferramenta é mais voltada a parte de tráfego, seja orgânico ou pago. Com os dados dos concorrentes em mãos, você consegue entender o que eles estão fazendo, extraindo o que deve ou não fazer para ficar na frente.

Não se esqueça de se inscrever no nosso canal “Ecommerce Pro“.

Você conhecia essas ferramentas? Já pode experimentar alguma delas? Tem alguma que usa e não está nessa lista? Coloca nos comentários!

Categorias
Uncategorized

8 Ferramentas Google que vão te ajudar no Dia a Dia

Quem não ama uma ferramenta para facilitar a rotina de trabalho? Você conhece as ferramentas do Google? Nós, da Ecommerce Pro, amamos tudo que agiliza o nosso dia a dia. Além disso, gostamos sempre de reforçar que as ferramentas apenas produzem os dados, somos nós os seres capazes de extrair informações para tomar decisões futuras mais assertivas. 

Neste artigo, você vai encontrar um combo de ferramentas Google, mais conhecido como Google Marketing, para conseguir agilizar a sua vida trabalhando em ecommerce ou não. Confira as 8 Ferramentas Google que são essenciais para o seu dia a dia de marketing digital.

1- Google Docs

Quer escrever seus textos e sincronizar rapidamente com o drive para compartilhar com seus companheiros de equipe? O Google Docs é a ferramenta ideal para isso. Ele possui funcionalidades bem parecidas com o Word, o diferencial é poder em poucos cliques conseguir conectar com os outros serviços Google.

2- Google Sheets

Quer organizar os números das redes sociais da empresa para fazer seu acompanhamento semanal e mensal? O Google Sheets funciona como o Excel e vai te ajudar a relatar os dados necessários diários para saber se deve ou não continuar com uma determinada ação. Com apenas um clique, você consegue copiar o link e compartilhar com quem achar necessário.

3- Google Analytics

É uma das ferramentas mais usadas no mundo para realizar o monitoramento de sites e aplicativos. Ele permite que você tenha acesso de forma gratuita a um grande volume de dados por meio de relatórios, são eles: público, aquisição, comportamento e conversão. Assim sendo, o GA vai te dar muita informação, para não se perder é fundamental fazer um levantamento das perguntas que a ferramenta deve responder.

Além disso, é importante lembrar que o Google Analytics só armazena dados do seu site e também pode ser conectado de forma plug in play em plataformas de ecommerce, como a  Wbuy, Loja Integrada e Nuvem Shop.  O GA vai te fornecer uma base de dados riquíssima, basta você saber transformar isso em ações.

4- Google Ads

Quer aparecer no Google? Há dois caminhos: o orgânico e o pago. O Google Ads é o segundo caminho. Nessa ferramenta você consegue criar anúncios para levar as pessoas até o seu site. Esses anúncios podem aparecer na primeira página da busca do Google, em sites parceiros ou no Youtube.

5- Google Search Console

O Google Search Console serve para te ajudar a monitorar, manter e resolver problemas do seu site nos resultados da busca do Google. Ele vai te oferecer ferramentas e relatórios para te ajudar a entender como deixar o seu site mais amigável para o Google e consequentemente ter mais chances de aparecer na primeira página da busca. Essa é a via orgânica.

6- Google Data Studio

 Tem costume de criar campanhas e precisa mostrar os resultados para a equipe? O Google Data Studio está aí para te ajudar. Ele vai acelerar o processo da obtenção dos dados e ainda vai te deixar os dados mais atraentes com seus recursos gráficos.

O Data Studio permite a você conectar várias fontes de informação de outras ferramentas Google ao seu dashboard, como o Google Analytics e o Google Sheets. Com o Data Studio,  você pode criar quantos dashboards você quiser de forma gratuita, mas não há a possibilidade de puxar informações de ferramentas fora do Google, como o Facebook.

7- Google Tag Manager

Ama ter independência no seu trabalho? Então, vai precisar entender como funciona o  Google Tag Manager .  O GTM é uma ferramenta gratuita que permite você inserir apenas um código em um site, para depois você conseguir instalar tags, pixels, de ferramentas como o Facebook e Google Analytics, sem precisar de um desenvolvedor.

8- Google Trends

É uma ferramenta que ajuda na criação de conteúdo e também pode ajudar na hora de escolher um produto para vender. O Google Trends mostra os termos mais buscados em um determinado espaço de tempo. Ele mostra gráficos com frequência em que um determinado termo é procurado em várias regiões do mundo e em vários idiomas.

Além disso, é possível colocar um filtro para saber os termos mais populares buscados na Pesquisa do Google (busca normal, imagens, noticias), no Youtube, no Google Shopping,

Você conhecia todas essas ferramentas? Qual dessas tem mais interesse em aprender? Tem alguma dúvida? Coloque nos comentários!

Categorias
Uncategorized

O que é o Google Analytics? Entenda!

Se você quer ser um profissional de marketing, vai precisar estar por dentro de algumas ferramentas que existem no mercado, muitas delas fazem parte do Google Marketing, um conjunto de ferramentas de publicidade e análise desenvolvida pelo Google. Entre elas temos: Google Data Studio, Google Ads, Google Tag Manager, Google Analytics, entre outras.

Neste artigo, vamos falar sobre o Google Analytics, o que é, quais são as suas funções e como ele pode te ajudar.  Você pode até trabalhar somente com redes sociais, mas precisará dedicar um tempo para conhecer essa ferramenta.

O que é o Google Analytics?

É uma das ferramentas mais usadas no mundo para realizar o monitoramento de sites. Também há a possibilidade de usar em aplicativos, mas o nosso foco nesse artigo vai ser no sites de ecommerce.

O Google Analytics foca no que acontece internamente no seu site. Sendo assim, ele só vai captar informações de pessoas que acessam ele. Além disso, é uma ferramenta com uma versão gratuita bem completa e é bem fácil de instalar, principalmente, em plataformas de ecommerce como a Wbuy, Loja Integrada e Nuvem Shop.

Você encontra esse conteúdo também no nosso canal Ecommerce Pro no YouTube, basta digitar “O que é Google Analytics?” ou apertar o play abaixo.

Como é feita a divisão do GA?

O Google Analytics tem quatro grupos de relatórios que são: público, aquisição, comportamento e conversões. Cada um deles responde a uma pergunta inicial específica. Os relatórios dentro de público vão responder quem são as pessoas que estão entrando no seu site (idade, gênero, localização).

Já segundo é o de aquisição, ele mostra de onde as pessoas, que acessam o seu site, estão vindo. O terceiro grupo de relatório é o de comportamento. Esse mostra dados do que as pessoas estão fazendo dentro do seu site.

Por último, mas não menos importante, é o grupo de relatórios de conversões. Esse mostra se as pessoas estão ou não realizando as ações que deseja no seu site. Se você trabalhar em um ecommerce, vai precisar acompanhar esse relatório bem de perto.

Como o GA pode te ajudar?

O Google Analytics vai te fornecer uma base de dados para você conseguir tomar decisões mais assertivas no negócio, onde trabalha. Afinal, aqui somos do time – Achismos e + Dados sempre.

Não se esqueça de se inscrever no nosso canal “Ecommerce Pro“.

Dúvidas? Coloca nos comentários!

Quer saber mais dessa ferramenta? Confira esse artigo!

Categorias
Uncategorized

Ferramentas de marketing pouco úteis

A verdade é que todo profissional de marketing não pode ver uma ferramenta nova que já quer testar. Mas será que todas as ferramentas que saem no mercado são realmente úteis para o nosso trabalho? Será se precisamos saber uma avalanche de ferramentas ou podemos focar em conhecer muito bem algumas ferramentas de marketing?

Neste artigo, vamos falar sobre ferramentas e funcionalidades que muitos profissionais amam, mas que, na prática, trazem pouquíssimos ou nenhum resultado para a operação do ecommerce. Será se você é refém de alguma delas? Descubra!

1- HeatMap / Mapa de calor

É uma funcionalidade disponível em ferramentas de marketing como Webflow, Hotjar, Crazy Egg e Click Tale. Ela serve para ver quais são as áreas mais clicadas ou menos clicadas do seu site. Quanto mais avermelhada, mais cliques recebe. Já quanto mais azulado, menos clique tem.

Essa função é inútil, pois se você tem instalado no seu site o Google Analytics, já consegue fazer esse monitoramento. Você consegue acessar no GA essa informação, por meio de comportamento, eventos (todos ou principais). 

Além disso, o Google Analytics te ajuda não só a monitorar os cliques, mas também possibilita usar essa informação para a  criação de segmentações que serão usadas em anúncios do Google Ads.

Você encontra esse conteúdo também no nosso canal Ecommerce Pro no YouTube, basta digitar “4 Ferramentas que todo mundo ama, mas são pouco úteis!” ou apertar o play abaixo.

2- Overlay de saída

É quando o usuário faz a ação de desejar sair da página e aparece um pop-up dizendo para ele ficar mais um tempo navegando no site, oferecendo descontos e promoções. Para entender o quão inútil isso é imagina a seguinte situação: você está em uma loja física, depois de dar uma olhada por toda a loja, não encontra nada que deseja comprar. Sendo assim, você decide sair. Quando está saindo, o vendedor te para e grita não vai embora, fica nós temos promoções, não quer dar uma olhadinha?

Nessa situação, você ficaria extremamente desconfortável, não é? É exatamente isso que um overlay de saída causa nas pessoas que estão visitando um site. As chances de alguém decidir ficar no site, depois de ver um overlay de saída, são as mesmas de sabermos o número exato de quantos grãos de areia temos no mundo inteiro. Logo, essa ferramenta de marketing é bem pouco útil.

3- Organizador de feed

Serve para deixar o feed do Instagram organizado e só. Isso é inútil, pois boa parte das pessoas nem entram no seu feed, elas estão mais interessadas no conteúdo do seus posts recentes do que se está harmônico a sua grade de postagem.

Sendo assim, foque em criar conteúdos de qualidade para o seu público e não perca tempo pensando em feed mirabolantes, pois as pessoas seguem quem agrega valor e ser bonito não basta.

4- Yoast Seo

É um plug-in de WordPress que oferece apenas o básico de Seo, ou seja, diz a densidade da palavra-chave dentro do seu texto, aponta se o seu título e descrição estão indo bem o não para a palavra-chave estipulada por você.

O Yoast Seo é um bom começo, mas se você quer criar conteúdos bem otimizados e atraentes para os mecanismos de busca, você precisa ir além, pois Seo vai muito além do que esse plug-in oferece. 

Não se esqueça de se inscrever no nosso canal “Ecommerce Pro”.

Usava alguma dessas ferramentas de marketing? Tem alguma para acrescentar nessa lista? Coloque nos comentários!

Confira algumas ferramentas úteis!